Ela trabalha online e é livre para viajar!Sonho de muitos. Aline Rodrigues em Entrevista News.

Primeiramente…quando e como começou sua paixão por viajar?

Era 2013 e eu trabalhava numa agência de viagem e precisava escrever sobre alguns lugares. Daí me apaixonei pelo Perito Moreno! Nunca imaginei que existisse algo assim tão pertinho do Brasil.

Aos poucos fui colocando vários lugares numa lista e todos eram na América do Sul! Me apaixonei.

Amazonas

Segundamente…qual o seu signo?

Pisciana, bem iludida, desatenta e apaixonada!

Você é amante da América do Sul, tem um blog incrível (Uma Sulamericana), qual país mais te encanta e por que?

Essa pergunta sempre me deixa nervosa hahaha. É que eu amo perdidamente o Peru. As cores, as pessoas, a cultura e os lugares são incríveis.

Mas tenho um primeiro amor na Argentina! É um país imenso e muito diverso em paisagens. Gosto mais da comida e da maneira com que eles falam (gírias e palavrões, bem euzinha).

Como se locomove em sua viagens? Avião, Trem, Barco, Onibus, Bike, gastando a sola do sapato…ou todas as alternativas estão corretas?rss

Tirando bike, todas as alternativas rs. Muito mais busão! Nas últimas viagens eu fiz muito mais de carona mesmo. E carona de estrada, não de aplicativo. Viciei demais!

Existe dica para a mulher pegar carona na estrada? Alguma tática que você usa para facilitar…hora melhor, local mais apropriado.

Especificamente pra mulher pegar carona de estrada é, infelizmente, dançar com o machismo: não usar roupas decotadas ou curtas, se sentir insegura dizer que tá indo encontrar o namorado…

Mas de maneira geral, sempre de manhã ou na hora de pico da estrada, em local mais lento, sempre sorrir e não ter muita bagagem.

Argentina

Já teve que dormir em posto de gasolina? Posto de gasolina lê-se:  “o salvador do mochileiro raiz”

Já hahahaha Dormi no chão de um posto de gasolina uma vez esperando o caminheiro que me deu carona (ele parou pra descansar durante a noite). E já dormi em borracharia também! Saudades dessa aventura!

Conta pra gente um fato bem engraçado que te aconteceu em alguma viagem…

Eu estava no Peru numa viagem sozinha e tinha toda minha grana numa carteira invisível que eu prendia na calcinha. Fiz xixi e quando fui pro quarto dei falta da bolsinha. Voltei ao banheiro e não estava lá. Comecei entrar em desespero. Meu nariz formigava e eu já tava chorando, procurando nas minhas coisas.

Uma australiana que estava no meu quarto me ajudava a procurar desesperada também, quando encontrei dentro da minha bota (???). Abracei a menina e chorei de alívio. Mas com vergonha de ser louca.

No dia seguinte escutei alguém batendo na porta do banheiro de dentro pra fora e achei que alguém estava preso. Era a menina australiana cagando e tinha acabado o papel.

A vergonha estava paga! HAHAHAHAHAHAHA

Jalapão

Como faz com mal de altitude, sei que adora trilhas em países onde só de andar nas ruas já se torna uma maratona, como em Cusco, no Peru…10 passos já estamos cansados.

Sempre começo aos poucos a subir e quando chego numa cidade alta procuro beber mais água, nada de álcool, nada de leite, nem carne vermelha. Mastigo coca, chupo bala de coca e se for preciso tomo o remédio chamado Sorochji Pills (algo assim).

Como se mantém financeiramente para viajar?

Trabalho com Conteúdo Digital (textos para internet com técnicas de SEO) e trabalho de maneira remota. Então junto grana por uns meses e saio pra viajar, mas nunca deixo de trabalhar. Não tenho férias.

Equador

Uma viagem inesquecível que fez no Brasil…

Jalapão! Que lugar especial, meodeos! Nunca vou esquecer a sensação de não afundar nos fervedouros

Durante a viagem consegue ter vaidade, por exemplo: fazer unha, depilação, massagem depois de trilha… Você tem hábito de frequentar salão de beleza em outros países?

Misericórdia hahahaha! Não tenho hábito nem em São Paulo, imagina viajando.

Minha vaidade viajando se resume em tirar os pelos da cara e cortar as unhas. Se precisar, hidrato o cabelo com óleo de coco.

Patagônia

Melhor prato para se comer no Mercado San Pedro em Cusco é:

Desculpa! Vou ficar devendo HAHAHAHAHA Sou chata pra comer e por isso geralmente cozinho no hostel (até por questão de economia). Mas vai, no Peru eu gosto de chicharón de pescado.

Aline por Aline

  • Um animal predileto: flamingo
  • Tomar suco de saquinho na Bolívia é: loucura hahahaha
  • Homens ou Mulheres? Pessoas
  • Tudo na vida tem… dois lados
  • Filhos…tem planos? Já tive, hoje, não
  • Praia ou cachoeira? Cachu!
  • Gosta de dormir de… pijama e só um pouco! Não gosto de dormir hahahaha
  • Escalada ou travessias – Travessias!
  • Meu sonho é… Viver do meu blog
  • Sonho que já realizei… caminhar no Perito Moreno
  • Estrogonofe com ou sem batata palha? hahahahahahaha como muito mais batata palha que qualquer outra coisa

Para finalizar…com seu olhar de uma mulher viajante e cidadã do mundo, o que seria um país justo.

Um país justo é aquele em que uma mulher são seja questionada por estar sozinha. Em que as pessoas não a achem corajosa por fazer o que os homens podem fazer livremente. Em que ela possa caminhar sem receber “cantadas” e conselhos para se cuidar, porque afinal o homem desse país justo sabe se comportar com respeito a outro humano.

Aline Rodrigues

Siga ela em suas Redes Sociais:

Blog: Uma Sul Americana

Instagram: @umasulamericana

About Janah Leite

Pedagoga, ama ser a mãe da Maria, gosta de inspirar as pessoas a viverem seus sonhos. Está em mudança de profissão para finalmente viver o nomadismo digital, que é sua grande meta de vida, junto com sua filha. Sempre tem uma visão positiva de seu posicionamento no mundo. Encara a viagem como uma busca constante de compreender o comportamento do ser humano, em suas diversas facetas, criando mais empatia e entendendo que somos iguais em diversas necessidades, independente da cor, religião, opção sexual e classe econômica.