Praia Maya Bay na Tailândia está fechada por tempo indeterminado para visitação.

Maya Bay fica em uma ilha na região de Koh Phi Phi, no sul da Tailândia. Esse paraíso que já foi cenário do filme “A praia” com o ator Leonardo Di Caprio, atualmente está proibida para visitação de nós…seres humanos, pois somos nós que estragamos e levamos lixo para os lugares. Isso é bem vergonhoso, pelo menos para mim é. Eu queria entender como ainda existem pessoas que conseguem jogar SEU lixo no chão, até o canudo que vejo por aí, já imagino dentro da boca de alguma tartaruga indefesa, coitadinha. Quando será que os seres humanos irão tomar consciência que o cuidado do meio ambiente depende de nós, seres racionais, mas que somos tão egoístas que não pensamos que temos a obrigação de deixar o planeta mais habitável para as próximas gerações.

A ilha seria fechada apenas de junho a setembro, período de baixa temporada e meses de monção (quando chove o tempo todo nessa região da Ásia). Isso faz com que o ecossistema de Maya Bay se recupere até o fim do período de chuvas.

 

Leia também: Dicas: Ilha das Couves/Ubatuba – SP – Diário de Viagens

 

Em outubro de 2018 o Departamento dos Parques Nacionais da Tailândia, decidiu que continuará fechada a praia de Maya Bay por tempo indeterminado, até que se recupere a vida marinha da praia. Desde de 2015 já acontece um rodízio de fechamento de praias, pois em algumas ilhas já foram destruídas mais de 80% dos seus corais.

Mas não precisamos ir muito longe para ver a falta de educação dos humanos, a Ilha das Couves que fica em Ubatuba/SP, também está indo pelo mesmo caminho, até agora nenhuma providência foi tomada para restringir a quantidade de pessoas na ilha que cada dia preocupa mais as pessoas que se preocupa com o meio ambiente.

 

 

About Janah Leite

Pedagoga, ama ser a mãe da Maria, engajada em políticas sociais. Gosta de inspirar as pessoas a viverem seus sonhos. Sempre tem uma visão positiva de seu posicionamento no mundo. Encara a viagem como uma busca constante de compreender o comportamento do ser humano, em suas diversas facetas, criando mais empatia e entendendo que somos iguais em diversas necessidades, independente da cor, religião, opção sexual e classe econômica.