Sobre viajar de carona sozinha – Empodera mais que tá pouco! Por Gabriele Pessanha

Viajar sozinha é loucura? Bom, eu diria que sim. Mas é a loucura mais gratificante que eu já fiz e faço até hoje. Faz aproximadamente 11 meses que “larguei tudo” e sai pela América Latina viajando de maneiras econômicas. Sempre coloco a expressão “largar tudo” entre aspas, pois isso é extremamente relativo. Não larguei tudo, tudo que tenho e que sou agora é muito mais do que eu era antes, evolui, cresci, aprendi, sorri e obviamente também sofri; e muito.

29133900_2041710139433536_182710885184176128_n
Lago Humantay – Peru
29101586_2041707016100515_6858369370716897280_n
A caminho de Machu Picchu – Inca Trail

Muita gente diz que queria levar a vida que eu levo, porém nem todos tem a coragem que eu tive pra sair da minha zona de conforto e enfrentar o desconhecido. Mas é pra isso que eu estou aqui, compartilhando um pouco da minha história, a minha maior realização viajando é motivar pessoas. Fazê-las entender que não se precisa de mares de dinheiro pra fazer uma viagem inesquecível. Porém se você quer uma viagem de luxo, você precisa de mais dinheiro que eu tenho (muito mais!).
Os dez primeiros meses eu diria que foram bem tranquilos, pois eu sempre me locomovia de ônibus, taxi, Uber… Mas no décimo mês o dinheiro acabou. Voltei pra casa, Valença (interior do estado do Rio de Janeiro), trabalhei por um mês e saí novamente. Na segunda vez, sai de casa no dia 19/02/2018 com aproximadamente R$600. Hoje, dia 12/03/2018, quase um mês fora de casa, fiz uma rota que se resume em Florianópolis (Brasil), Porto Alegre (Brasil), Pelotas (Brasil), Montevidéu (Uruguai), Buenos Aires (Argentina) e nesse roteiro eu gastei R$371! Um pouco a mais da metade do que tinha no início da viagem.
Bom né? Mas como eu consigo gastar tão pouco? Pois bem, nessa viagem eu decidi que faria tudo (ou quase tudo) de carona. Mas não é carona combinada como você deve estar pensando, aplicativos de carona… Nada disso! Fui pra estrada, viajei no dedo mesmo! Agora estou indo rumo a Santiago do Chile e adivinha… de carona! Nessa altura da história você já deve imaginando a quantidade de coisas que eu tenho pra contar, os perrengues que já passei e até pensando que sou meio doida por fazer isso tudo sozinha. Realmente, tenho infinitas histórias, conheci muita gente maravilhosa no caminho, passei uns apertos, evolui mental e espiritualmente. Posso até afirmar que sou uma nova pessoa.
Por falar em conhecer pessoas maravilhosas eu queria aproveitar e deixar minha gratidão às pessoas que entraram no meu caminho nesse quase um mês de aventura na estrada. Você não imagina como existe gente boa nesse mundo! Caminhoneiros que me ajudam, desviam suas rotas pra me deixar num ponto bom pra que eu possa pegar a próxima carona, pessoas que me pagam almoço, lanche, me deixam dormir em suas casas gratuitamente…

29137077_2041707182767165_7198868579737927680_n
Uruguai
29178618_2041709982766885_3842403151751675904_n
Machu Picchu – Peru

Nesses 11 meses eu conheci o Chile, Peru, Bolívia, Uruguai, Argentina e uma imensidão de culturas novas, comidas que jamais pensei provar… Aprendi que temos sempre que extrair o positivo de cada situação e mais do que extrair, fazer o positivo sempre ser o foco; que devemos ser cada vez mais gratos pela nossa vida e pelas oportunidades que temos ao longo dela. Aprendi que sair da zona de conforto dói, a saudade da família aperta, a saudade do cheirinho de casa, da roupa lavada e passada, cheirinho do café recém passado pro café da tarde… Minha casa virou minha barraca, minha casa virou a América Latina! Mas uma coisa é certa, por mais que doa sair da zona de conforto e enfrentar o mundo real, como eu disse no início desse texto é uma experiência extremamente gratificante e que eu aconselho que cada um passe ao menos uma vez na vida. Faça o que te faz feliz, enfrente seu medo, passe por cima dos padrões da sociedade. Sua felicidade deve ser mais importante do que qualquer outra coisa. Seja feliz, viva!

Siga a Gabriele Pessanha Ferreira em suas redes sociais.

♥♥

Instagram : @bancandolagringa

29101339_2041706822767201_6017609550926970880_n
Pelotas – Rio Grande do Sul/Brasil

FacebookGabriele Pessanha Ferreira

Seu Blogwww.bancandolagringa.wordpress.com

E-mail: gabriele.pessanha1@gmail.com

About Janah Leite

Pedagoga, ama ser a mãe da Maria, gosta de inspirar as pessoas a viverem seus sonhos. Está em mudança de profissão para finalmente viver o nomadismo digital, que é sua grande meta de vida, junto com sua filha. Sempre tem uma visão positiva de seu posicionamento no mundo. Encara a viagem como uma busca constante de compreender o comportamento do ser humano, em suas diversas facetas, criando mais empatia e entendendo que somos iguais em diversas necessidades, independente da cor, religião, opção sexual e classe econômica.