Roteiro 6 dias: o que fazer na Ilha Grande/RJ.

Quando chegamos na Ilha já sentimos a energia boa que o lugar proporciona, pessoas gentis, educadas e trabalhadores não querendo levar vantagem em tudo, sempre dando opções ao cliente e não insistindo tanto. Já é um ponto favorável para quem quer passar uns dias lá, pois vamos para descansar e não passar raiva, não é?

Pegamos a barca das 15h30 em Angra dos Reis, (valores da barca aqui), chegamos na Ilha já era quase 17h, durou 1h20 a travessia, que foi bem tranquila. A primeira coisa que fomos fazer foi jantar e já conhecemos um local bom, bonito e barato, rsss. O restaurante chama-se Espaço Terral, que fica bem perto do cais de Abraão, você de costas para mar é do lado esquerdo do cais, um corredor com vários banners de lanche e pratos feitos. O prato lá estava com promoção de inverno por 11,99, conversei com o dono e no verão será por volta de 16 reais o mesmo prato, continuando sendo barato. O local é limpo e o prato vem com bastante comida, gostei do arroz que sempre vinha fresco, dava para sentir que não era comida requentada. Lá na Ilha Grande,os restaurantes só servem pratos feitos, que variam de 12  a 70 reais ou mais e servem até duas pessoas, dependendo da sua fome, tem muita opções de restaurantes. Caso queiram fazer a comida ou comprar guloseimas, a Ilha dispõe de vários mercados e também tem padaria. Tudo na Vila Abraão, onde tudo acontece na Ilha, o bairro principal de lá.

Onde se hospedar e comer na Ilha Grande/RJ

mapa_ilha_grande2

Ilha Grande Mapa
Ilha Grande Mapa

1_mapa_ilha_grande_by_wikimedia-commons

Fomos para nossa hospedagem, ficamos no Camping da Cachoeira, na vila Abraão mesmo, Rua Bicão 52, lá é camping e hostel, gostamos bastante de lá, lugar familiar, simples, porém limpo e organizado, pessoas educadas, lá só tinha a gente de brasileira e mais duas moças, tinham pessoas do mundo todo, na Ilha Grande em si dá mais estrangeiros do que brasileiros. Já era noite, fomos dormir, para no dia seguinte fazer os passeios.

Lembrando que na Ilha não tem bancos e caixa eletronico. Na rua do Cais em Angra tem a maioria dos bancos. Na Ilha aceitam cartões.

1° dia de passeio: Fomos para as Ilhas Paradisíacas, que custa 90 reais,  esse passeio é feito de lancha, dura o dia todo, saindo às 10h30, retornamos por volta das 18h. Tem parada para almoço em restaurante pelo caminho, o rapaz do barco já mostra o cardápio e ele faz o pedido para o restaurante pelo whatszap já com seu nome. Mas não é obrigatório almoçar, você pode levar seu lanche, comprando nos mercados e também pode colocar sua bebida no cooler da lancha com gelo, a água a lancha disponibiliza a vontade. Achei bem bacana isso, não obrigam o cliente a nada, isso é geral, em todas as empresas funcionam dessa forma na Ilha. Nesse primeiro passeio almoçamos na praia Saco do Céu,(pratos de 70 a 150 reais, porções também), o prato serve duas pessoas tranquilamente você também pode pedir meia porção que é cobrado 60% do valor inteiro do prato). Dizem que leva esse nome “Saco do Céu” pois a noite o céu replete na água e também lá tem plânctons a noite e a água fica brilhando por causa desses plânctons.

 Passeio: Praia do Dentista(Ilha da Gipóia), Ilha das Botinas, Ilha de Cataguases, Ilha da Piedade, Lagoa Azul. Almoçamos na praia Saco do Céu, pedimos meia porção da refeição.

19961515_2006293796270505_8920357004763746311_n
Praia do Dentista – Ilha da Gipóia

20108232_1654522477893894_6222508644113227385_n

Praia do Dentista – Ilha da Gipoia

20370329_1665442876801854_2098694034_n

Ilha das Botinas

20155876_1654522347893907_1605671380814941400_n
Ilha das Botinas
20106431_1654522181227257_3410938933535306858_n
Ilha de Cataguases
20106364_1654522394560569_5856734544891253464_n
Ilha da Piedade
20370284_1665443646801777_453819406_n
Ilha da Piedade
20292247_1665441600135315_421229195_n
Ilha da Piedade

Casal decide largar a correria de SP, para viver em uma Ilha. – Entrevista News

 

2° dia de passeio: Fomos para a praia do Abraãzinho, fica próximo a Vila Abraão, vamos beirando o mar e depois pegamos uma trilha de 30 min até a praia, antes passamos pela praia da Crena, mas não paramos, seguimos em direção a Abraãozinho. Tem lancha que leva lá e cobra em torno de 15 reaizinhos, mas a trilha é tranquila, bom economizar para outros passeios na Ilha, pois lá tem muito passeio bacana para fazer. Ficamos o dia todo lá, levamos coisas para comer e na volta jantamos no restaurante Espaço Terral, que já fica no caminho para o camping onde estávamos.

20106383_1653252614687547_7602540064016272488_n
Praia do Abraãzinho
20403564_1665455446800597_1586810843_n
Praia do Abraãzinho
20370532_1665455233467285_669782381_n
Praia do Abraãzinho
20394846_1665454740134001_1941636902_o
Praia do Abraãzinho, Maria com suas novas amigas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3° dia de passeio: Fomos no passeio de Meia Volta a Ilha, custa 100 reais por pessoa, que é basicamente um lado da Ilha, o lado que não fica em mar aberto, as águas são mais calmas. E o esquema é o mesmo acima, dura o dia todo, com parada para almoço.

Passeio: Lagoa Verde, Lagoa Azul, Praia da Feiticeira e Praia do Amor.

20156165_1654514594561349_3017910487422049303_n
Lagoa Verde
19989542_1654514771227998_8867002971630083155_n
Lagoa Verde
20292380_1665417493471059_644874042_n
Lagoa Verde. Cavalo Marinho e Peixe Baiacu.
20108315_1654521094560699_4088524897564408762_n
Praia da Feiticeira
20292530_1665417976804344_687493028_n
Praia do Amor – diz a lenda que o casal que pula de mãos dadas na água, nunca mais se separam.
20401134_1666032096742932_1459761211_n
Lagoa Azul

Assinem a petição contra a privatização da Ilha Grande!!!

4° dia de passeio: Fomos no passeio de Volta a Ilha, custa 150 reais por pessoa, que é o passeio do outro lado da Ilha, onde é mar aberto, mas a lancha sempre vai de duas, para um ajudar o outro. E as praias desse lado são demaissss de lindas: Praia do Caxadaço, Aventureiro, Meros, Parnaioca. Também dura o dia todo com parada para almoço.

20228919_1659557564057052_6418698582054337151_n
Praia do Caxadaço
20370336_1665412286804913_1468806665_n
Praia do Aventureiro
20403423_1665412380138237_166755276_n
Praia do Aventureiro
20292142_1665412283471580_1470226646_n
Praia dos Meros – Peixe voador
20292560_1665413900138085_1350438998_n
Praia dos Meros
20370346_1665413763471432_1024849134_n
Praia dos Meros
20292228_1665413346804807_619362357_n
Praia dos Meros
20370599_1666038790075596_1257564754_n
Praia dos Meros
20292286_1665416233471185_1199266061_n
Praia da Parnoica

 

 

Todos os passeios que fizemos tinham bebês e crianças menores na lancha e na praia que íamos, a família levar criança é mais cultura dos pais mesmos, não existe nada não adequado para criança, vai da criação mesmo.

5° dia de passeio: Sugiro ir fazer o passeio da praia de Lopes Mendes, custa 30 reais por pessoa, dura o dia todo também, não conseguimos ir pois estava chovendo, disseram que a água lá custa 10 reais, então não se esqueçam de passar em algum mercadinho antes de ir para Lopes Mendes. rsss.

6° dia de passeio: Sugiro que conheçam a Praia Preta, que fica do lado esquerdo da Vila Abraão, dá para ir a pé, igual para praia de Abraãzinho, tem um circuito onde tem trilha, igreja, poço, tudo de graça e perto, levem lanche, na praia Preta só tem ambulantes e não quiosque como tem na praia de Abraãzinho. Este dia também estava chovendo e fomos embora, pois só tem barca às 10h da manhã.

Quem nos auxiliou nas escolhas dos passeios: 

Soul Adventure com Fernando whatsaap: 24- 99982-7095

Dicas de outros passeios:

Passeio de lancha Super Sul

Passeio de lancha dura o dia todo, com parada para almoço: Ilha de Jorge Grego, Praia de Dois Rios, Praia do Caxadaço, Praia de Lopes Mendes. Custa 135 reais.

Subir no Bico do Papagaio

Dura em torno de 2h30 de subida íngreme, tem guias que te levam lá, duas moças que estavam no camping conosco foram fazer pernoite para ver o nascer do sol do Bico do Papagaio, cobraram 135 reais de cada, para essa trilha noturna. Outro conhecido foi durante o dia sozinho e se perdeu sem guia, a Ilha Grande é bem grande mesmo, vale a pena guia em determinados locais sim.

Ver plânctons na praia Saco do Céu a noite

Esse passeio também não fizemos, mas duas pessoas que fizemos amizades  lá, foram e disseram que foi surreal, elas pegaram um caiaque e foram com o Guia, claro, remando até a praia, não conseguiram tirar foto. Mas foi uma experiência mágica falaram. Custou 50 reais cada.

Rapel na Cachoeira da Feiticeira

A trilha não é muito longa para esse cachoeira, dura em torno de 1h, é feita com guia. Custa 70 reais.

Guia para Rapel na Cachoeira da Feiticeira, Ver plânctons noturno, trilha no bico do papagaio (trilha noturna para ver o nascer do sol no pico) entre outros passeios na Ilha.

Recomendo: Carleandro Índio – whatsaap 24- 99864-3885

Mergulho e mergulho noturno 250 reais

Gruta do Acaiá – Ver preço com Indio – 24 – 99864-3885

Trilha para dar volta a Ilha que dura uns 7 dias

Aluguel de caiaque – com Fernando whatsaap: 24- 99982-7095

Todas as praias tem trilhas para chegar de graça, mas muitas duram horas e dias para chegar, então o barco é bem bacana, mas tem que pagar né.rssss A maioria das trilhas da Ilha são insanas, digo insanas pois são longas, não é para qualquer um, fazer a bifurcação correta é essencial, ficar na mata a noite sozinho sem saber o que fazer, não deve ser legal, então vá com guia, ou pesquise e estude bem a trilha que irá fazer, para chegar em local seguro antes que escureça.

Com certeza a Ilha Grande tem outros passeios não mencionados aqui, pois lá tem muita coisa para fazer.

Dúvidas entre em contato, deixe seu comentário.

Beijão da Mamis

About Janah Leite

Pedagoga, ama ser a mãe da Maria, gosta de inspirar as pessoas a viverem seus sonhos. Está em mudança de profissão para finalmente viver o nomadismo digital, que é sua grande meta de vida, junto com sua filha. Sempre tem uma visão positiva de seu posicionamento no mundo. Encara a viagem como uma busca constante de compreender o comportamento do ser humano, em suas diversas facetas, criando mais empatia e entendendo que somos iguais em diversas necessidades, independente da cor, religião, opção sexual e classe econômica.