Sou mãe de cachorro sim, e daí? – Empodera mais que tá pouco!

13254497_10201909375131693_8764950325294438891_nUma das paixões da minha vida são os cães. Para mim, meus cachorros são filhos. Isto soa normal entre eu e meu marido, mas nem todas as pessoas pensam assim. Eu os olhos como membros da minha família, pelos quais faço qualquer coisa.

Gosto de dormir com eles, deixo-os subir na cama, no sofá, e não há quem mude isso. As pessoas acham que eu sou louca, mas acho que elas devem respeitar minha escolha. NÃO, eu não vou ficar doente porque eles lambem meu rosto, não me incomodo com os pelos, minha casa não é fedida, eu os amo por inteiro e com toda e qualquer bagunça que possa aparecer. Ahh, mais um detalhe, quando eu tiver filho, meus cachorros conviverão com ele. Faço questão dessa linda amizade. Caso queiram saber, eles não vão dormir no quintal, continuarão na cama. Sou adulta, bióloga e sei muito bem o que estou fazendo. Quem não gosta, faça o favor… não dê palpites, porque alguma coisa “diferente” aos olhos dos outros, você também deve fazer.

Eu amo muito o Scooby e o Stitch, e isso não há preço que pague. Pra mim chegar em casa é uma alegria, é muito bom reencontrá-los, ver os olhinhos brilhando e os rabinhos balançando. Quem não gosta de pelo de cachorro não deve ir a casa de quem tem animais, porque o cachorro mora ali, e a visita não. Eles não vão sair, então, se não gosta, não vá. Se for loucura, quero viver louca. Não me vejo sem animais e é assim que vai ser.

 

14518545_10202380223302603_316628347_n


Sobre a autora:

Tatiane Costa Schulz

Amo animais, tenho esse corpinho de top model, mesmo comendo igual doida. 14469149_10202380221662562_132007100_nContagio todos com minha alegria, adoro maquiagem, sou uma mulher bombril, não preciso de homem para trocar uma lâmpada e nem cimentar um buraco. HAHAHA.

 

 

 


Tem uma história para nos contar?

Mande para redacao@maeefilhatrips.com.br

About Janah Leite

Pedagoga, ama ser a mãe da Maria, engajada em políticas sociais. Gosta de inspirar as pessoas a viverem seus sonhos. Sempre tem uma visão positiva de seu posicionamento no mundo. Encara a viagem como uma busca constante de compreender o comportamento do ser humano, em suas diversas facetas, criando mais empatia e entendendo que somos iguais em diversas necessidades, independente da cor, religião, opção sexual e classe econômica.